Eu perdôo.

Diga, mentalize, assim esteja vivendo!

Eu me perdôo. Eu vou perdoar meus pais agora. Eu perdôo vocês dois por terem feito o que fizeram e por serem exatamente como são. Eu amo vocês do jeito que são. Tudo faz parte de quem são, também faz parte de mim. Deram seu melhor, assim como o Thiago deu. Assim como Eu dei tudo de mim. Gostaria de ter aproveitado mais naquela janela, naquele fogo, naquele Sol, naqueles riachos, naquela Montanha. Mas os ventos sopram rápido. As coisas mudaram e agora nós vamos nos ver bem menos, infelizmente. Seja abençoado o lugar de onde eu vim, seja abençoado aquilo que Sou, aquilo que fui e aquilo que Serei. Eu também me perdôo. Vou dar o melhor de mim, sempre, para nunca esquecer que minhas raízes estão naquela terra cheia de história. Por nossa Dinastia! Vou viver minha Melhor Vida.

Assim seja.

Anúncios

Realidade Estilhaçada

Parei pra ver estrelas contando sites de estatística sem conexão

Eu vi as guias abertas do vazio na minha mão

Eu vi o deep ‘webverso’ e seus arquivos mais secretos em cada traço

Senti dentro de meu drive gigantesca convulsão de espaço.

Tracei então confuso na entrada de ar

Um novo método para programar

Reciclando e revivendo cada frequência inutilizada

De minha Placa Mãe destruída e desvalorizada.

Liberdade é chamada!

Canta tua voz pela estrada! (Não segura nada.)

Solta a mão do que não te valida o porte, o custo

Preenche formulário de saída no corte, no sangue e no susto.


Aaaaah que bom escrever e contar minhas linhas por aí! 8 taças é tudo o que posso oferecer. 🙂

Perfeita Solitude.

Eu vi uma árvore mexer a mão…
Eu vivi uma Rainha Troncosa suplicando perdão…
Também vivi o Céu Azul a girar!
Consegui até reviver a luz do Sol em mim brotar.

E nos Cantos Celestiais
De Supremos Ventos Primordiais
Abri a Porta para a Estrada Torta
E sangrei deixando para trás minha própria casca morta.

É sobre ser exatamente desse tamanho!
Vestindo a roupagem de um estranho.
Revolução mesmo é uivar pra Lua.
Relembrar num ESTRONDO que tal vida, é só sua.


This is how you do Thi. (:

@algumthiago

Óh, Mãe

2:30

Saudade de pisar na terra!
Sem as incertezas de quem tanto erra.
Saudade de caminhar sem medo…
De me sentir vivo até a ponta do dedo.

Viver de verdade!
Em completude com a Realidade
Eu fui feliz… Eu tomei banho naquela água de simplicidade!
Não sou mais Eu aqui nessa cidade…

Aqui, caem pedaços de muros remendados
Fachadas fáceis de rostos padronizados
Confundidos, consumidos, “socializados”.

Estou cansado. E não há como sair.
É uma armadilha, é um sistema elaborado.
Foi propositalmente causado.
Seu maior ramo é deixar o Ser completamente LIMITADO.

Poder sob vontade? Real possibilidade de destruir!
Jamais pense em ti, esqueça esse Sol, esse Céu!
Não olhe! Olhe apenas no relógio e seja mais um cego sob um véu.

Não é possível se redescobrir.
É o que querem.
Nunca achar a passagem para sair.
Confirmar. Conformar. Proteger o que te faz sumir.

E assim vamos remando.
Tentando… Conformando nesse barco da vida.
Capengando nesse meio vislumbre de existência
Controlados, consumados em inconsciência.

(Daqui, direto pra Morte e toda sua ciência.)

@algumthiago

Cristal Reencarnado

Cristal Reencarnado

terça-feira, 7 de maio de 2019
02:29

Retornei
E retornei como um furacão
Solene
Sem sermão

Pois então, nada foi em vão
Obrigado ser iluminado
Que do alto observa tudo
E por nada é julgado

Sabe do que falo e sei do que pensa
Sabemos que é de tal forma intensa
A chegada e a partida
Daquilo que não serve mais de comida

Deixar de Ser aquilo que desiste
Aquilo que de fato não existe
Aquilo que mata por dentro
Que deixa tudo ao desalento

Deixar no caldeirão queimar
E cada a chama comemorar
Senhora das Estações que faz tudo murchar
E Me trás novamente pra Ficar!

Te amo assim, Ser Divino!
És tu que eu procurei
Pois é que somos Um e agora sei
Desses tais aprendizados que passei.

É essa nossa Missão.
Está no Ar nossa canção!
Por visão prateada e comemorada
Pelo Cristal da Sabedoria Dourada.

Reencontro o Caminho. Retorno em paz! Eu tenho voz!

Isso sim que é jornada!🍁

Que venham ótimas comemorações! (:

🌻🌷

Tudo de mim.

É de estremecer e sob O Sol adormecer

Esse calor que vêm de você!

Vindo de cima feito flecha

Para a Grande Vontade abrindo brecha.

Iluminando o que estava escuro

Fazendo calmo o homem impuro

Entristecendo o falso-corpo-torto

Seco, dolorido, quase morto.

Graça em ti, boas notícias!

Vindas de cima sem carícias.

Sou inteiro e não curvo

Estou aqui. Me enxergo reto e não mais turvo.

Saber sobre a passagem é doloroso.

Descobrir que sou perene! Tão poroso.

Que sempre haverá o que sofrer.

Ao adormecer aquele ego que nunca deixa Ser.


-ThiThi?

tempérance

E mesmo se faltar
E mesmo se eu tiver que te carregar
Eu te carrego sem pensar
Nossa paz é feita pra ficar

Nosso portal para o bem viver
Nossa comunhão com o Ser
Nossas cores nunca morrem
Somos agulhas que trançadas correm…

Tecendo cada caminho intrincado
introduzidas num único estado
Deixando para trás o rastro
Seguindo firme o próprio mastro

Eus! Você nos disse Adeus? Somos muitos!
E em Visões de minutos
Trago todos de volta
E juro que minha mão não mais te solta

Nada se desperdiça daqui
Sou temperança sim!
Sem começo nem fim
Criando bordado de caminho pleno
Fazendo leve meu traço terreno.


“A busca pela comunhão com todas as faces.”

@ algumthiago lá no Mirakee.

Meu Reino

Você gostaria de ouvir isso?
De sentir essa brisa leve?
De me ver crescer?
Estou aqui, consegue me ver?

De lá do alto na montanha eu te via
Da madrugada eu já te sentia
Partia em direção ao nosso ninho
Quem me dera estar agora do teu ladinho

No nosso cantinho, nosso meio
Que nunca veio
No nosso jardim que eu nunca cuidei
Nem te vi cuidar daquilo que deixei

Ah… Embora tudo seja social
Embora as aparências existam, que tal?!
O caos reina, diga-me você
A desordem é universal.

O mato molhado na sacada
O cheirinho de terra molhada
O passarinho caindo do fio em trovoada – sem vida
Nem você! Tomou passagem só de ida.

Ah… se pudesse te fazer sentir o que sinto
Te trazer pra perto do peito
Te trazer pra dormir em meu leito
Mas a realidade demonstra nosso defeito

Nosso único conceito
Difuso e sem resposta
Sem respeito, mal feito
Triste, duro, sem jeito.

Mas ainda sim…

Que encanto é esse que me domina?
Que sorriso é este que me fascina?
Quando poderei consumar o que me alucina?

…Thithi…

Foi… :’)


Ei, se você seguir o blog, pode receber no email o próximo post!


(Des)esperar

A vida é uma novela
Entre tijolos e passarelas
Que eu construí na contra mão
Das gargalhadas do meu coração.

A vida é uma passagem sem sentido
Da qual trago o riso desta canção
De esquerda, direta e sem a real visão
Do sagrado sentido desta missão.

Do meu corpo, então
Jorraram prazeres de solidão
Surgiram cantos para (des)Esperar
E sem nem perceber, fui voltando a sonhar.

Fui percebendo de novo
O valor de minha grandeza no todo
O caminho de cada Ser “sem solução”
e que não existe Amor sem a própria degustação.

Hoje como outro acaso
Um beijo como qualquer antigo descaso
E um desafeto daquele lá…
que deixou tudo como está.

Afinal, que eu esteja bem!
Foda-se quem fé e amor não tem!
Afinal, que eu nunca esteja mal.
Que me consuma em meu próprio sal.

Deixo sim, sem medo nem dó!
Responsável que “Eu” só.
Cuido de mim e de meu trabalho.
Recebo em troca todo o MEU cascalho.

Faço de minha vida e meus casos
Moedas de troca por outros vasos
Inquebráveis até que eu não os queira
Consumíveis, coitados, sem eira nem beira.

eis que me viro, reviro, contorno…
Retorno ao mesmo ponto
Trêmulo num canto, passos largos, tudo espaçado
Mas “me tratei” e estou curado.

Sem drama e sem solução.
Estou sem condição!
Tudo o que lhe ofereço, meu Amor perfeito,
é nada do que foi dito ou feito.

Para sempre, Amor. ♡


@ algumthiago lá no Mirakee

Senhor dos Tronos

PETRIFICADO.

O dente rangendo
A mente se desgastando
Escorrendo saudade por tudo
Num Temporal interno e mudo.

Nada se faz no vazio que tolhe.
No vazio que a gente escolhe.
No vento que a gente não sente.
Que não permite que caia a semente.

Somente um nada latente.
Crescendo tão estridente
Apenas molde de outra flor
Não sabia que germinar causava tanta dor.

Ninguém te explicou.
Nem mesmo sabe como se moldou.
Emoldurado. Em si próprio trancado.
Face de Imperador Petrificado.

Eu compreendo sua dor.
Não se sinta só, por favor!
Reconstruir é mais fácil assim.
Sabendo que não há começo nem fim.


Sentado sobre Tronos em Águas tão profundas. ♡

@algumthiago por Mirakee