(Des)esperar

A vida é uma novela
Entre tijolos e passarelas
Que eu construí na contra mão
Das gargalhadas do meu coração.

A vida é uma passagem sem sentido
Da qual trago o riso desta canção
De esquerda, direta e sem a real visão
Do sagrado sentido desta missão.

Do meu corpo, então
Jorraram prazeres de solidão
Surgiram cantos para (des)Esperar
E sem nem perceber, fui voltando a sonhar.

Fui percebendo de novo
O valor de minha grandeza no todo
O caminho de cada Ser “sem solução”
e que não existe Amor sem a própria degustação.

Hoje como outro acaso
Um beijo como qualquer antigo descaso
E um desafeto daquele lá…
que deixou tudo como está.

Afinal, que eu esteja bem!
Foda-se quem fé e amor não tem!
Afinal, que eu nunca esteja mal.
Que me consuma em meu próprio sal.

Deixo sim, sem medo nem dó!
Responsável que “Eu” só.
Cuido de mim e de meu trabalho.
Recebo em troca todo o MEU cascalho.

Faço de minha vida e meus casos
Moedas de troca por outros vasos
Inquebráveis até que eu não os queira
Consumíveis, coitados, sem eira nem beira.

eis que me viro, reviro, contorno…
Retorno ao mesmo ponto
Trêmulo num canto, passos largos, tudo espaçado
Mas “me tratei” e estou curado.

Sem drama e sem solução.
Estou sem condição!
Tudo o que lhe ofereço, meu Amor perfeito,
é nada do que foi dito ou feito.

Para sempre, Amor. ♡


@ algumthiago lá no Mirakee

Anúncios

Senhor dos Tronos

PETRIFICADO.

O dente rangendo
A mente se desgastando
Escorrendo saudade por tudo
Num Temporal interno e mudo.

Nada se faz no vazio que tolhe.
No vazio que a gente escolhe.
No vento que a gente não sente.
Que não permite que caia a semente.

Somente um nada latente.
Crescendo tão estridente
Apenas molde de outra flor
Não sabia que germinar causava tanta dor.

Ninguém te explicou.
Nem mesmo sabe como se moldou.
Emoldurado. Em si próprio trancado.
Face de Imperador Petrificado.

Eu compreendo sua dor.
Não se sinta só, por favor!
Reconstruir é mais fácil assim.
Sabendo que não há começo nem fim.


Sentado sobre Tronos em Águas tão profundas. ♡

@algumthiago por Mirakee

Nem um pio.

Naquele dia eu soube. Eu senti que o retorno não sairia da tela de um celular. E se eu tivesse essa certeza? Teria te segurado pelo menos um pouco mais num Abraço. Deixar de lado um interminável prazer, aquilo que não sai de mim, que nunca nos preparamos pra desfazer. Escolhendo o pequeno sentido vazio pra ver se cobre a falta do amor reprimido e tolhido.

-Thi.

@algumthiago por Mirakee

Descartável

Apesar de tudo, eu amo.
Você não escolheu.
Mas eu amo.
Não te escolhi pra me amar.
E você me fez acreditar.

Não fiquei todo dia a sua espera
Nós esperamos juntos
E no meio de muitos
Resolvemos ficar
Juntos até mesmo pra chorar.

Aí me encontro num canto sem abrigo
Chorando por este castigo
Você me deixou na poeira
Mas que bela maneira
Nunca me disse que era só… “de brincadeira”

Ah! Se eu soubesse, se fosse assim
Eu saberia do fim
Eu saberia do objeto que sempre fui na mão de todos
“-Tão bom, tão amável!” ♡
Tão… Descartável.

Desprezível desafeto.
Desgosto sem saber do fato
Falta-me cada caco
Que eu perdi durante nossa jornada
Pra deixar “tudo limpo”, tudo claro, tudo por nada.

Nada. Sempre fiquei com o resto.
Fica aí, quem mandou demonstrar?
Demonstre assim da próxima vez!
Quem sabe? Talvez…
Só pra constar na desgraça que se fez.

E no fundo eu sabia.
No fundo eu sempre sentia.
Estava indo, fugindo.
Usando. Me calando
com beijos e promessas comprando.

Aqui estou, que bela maneira!
Deu um fim e me jogou nesta merda de poeira!
De nós restou nada. Só, o sal grosso de mim
Pra comer crua minha carne no fim.

USEM! DESCARTEM!
Afinal, pra que serve Amar?
Jogar fora é gostar.
Saborear sem freio.
Pra jorrar COM FORÇA seu prazer bem no meio.

Assim que eu gosto.
Afinal, já me acostumei!
Dos vários nadas que ganhei
Do meu “sangue” que sempre lembrarei.
Do gosto do “Amor” que eu nunca provei.

Adorável mas descartável. Quem gosta de “SENTIR na pele é IRRESPONSÁVEL”. ♡


@algumthiago por Mirakee

MEu.

Isto aqui é sobre mim.
O que EU quero, enfim.
Eu.
Nada tão único, tão incrível!
Quanto o MEU, Amor.

Meu Amor que trago no peito!
Brilhante florescente, pós florido de Amores sem acaso.
Próprio. Meu próprio caso.
Carícias de próprio afeto, nada raso.

Profundo! Quase se afogou!
Mas não EU.
Nunca me afogo no que é MEU!
Meu por direito.
Meu imperfeito. Meu Importante conceito.

Conceito meu, nunca igual ao seu.
Bem, nunca sei do que não é meu.
A gente pode combinar, rodar, se revirar.
Talvez a gente consiga se aconchegar, mas no final…
Só o Meu, Só o Seu, Amor.

Talvez unidos, talvez partidos…
Mas ainda sim, nosso.
Pra sonhar que posso! Pra sonhar que devo!
É sonhando que me disponho e me atrevo.

Para sempre, MEU, Amor. (Im)Perfeito.

Castelo de Ar

Algumas lembranças
Numa sacada escura e fria
Ficaram jogadas
Vendidas, seladas.

Nada tinha a perder
Tudo se transforma no querer
Mas e se a gente cansar?
Bom, sozinhos não vamos ficar 🙂

Numa inconstância imprevista
de nossa certeza mista
O agora ficou pra depois
No amor que depende de dois.

E hoje, só sei que te quis assim

Saudade não falta, que nunca tenha fim!

Você aí e eu aqui, catando nossos sorrisos pra ficar

Pra construir nosso imperfeito Castelo de Ar. ❤


Tudo o que é bom há de prosperar. 🙂

@algumthiago por Mirakee

Sem fim.

É o tipo de coisa que não se processa
É talvez a falta de informação
Falta de coragem no coração
Quando pensou que tudo foi em vão

Me deixar assim sem fim
catando os pedaços de mim
E você no fim de estações
Juntando um pote de corações

Você me deixa trêmulo de suor
Desejo te conhecer melhor
Não quero invadir seu espaço
Quero queimar enquanto me desfaço

Não quero que me segure
Nem quero que me ature
Quero te ver derreter pelo pavio
Arrebentando as cordas sem dar um pio

Talvez um pouco de pimenta
Muito calor, sem rancor
Enquanto beija o chão do desamparo
Quero ir fundo até o talo

Quero-te nu, andando pra mim
Sem vergonha, venha de baixo
Reze
Vamos juntos, sinta onde me encaixo

Segure minha mão
Me guie na perdição
Não finja que nunca foi por nós dois
Vamos ver o que vem depois

Ganhe aquilo que deseja
Sinta o tamanho, largue seus medos
Eu não tenho nada de você
Nós podemos voar, segure firme pelos dedos

O que vamos fazer?
Fale comigo, me diga aquele sonho
Não peça permissão
Apenas chame minha atenção.

Agora estou esperando.
Aberto.
Pronto, assistindo.
Você nunca me verá, desistindo.

Não tenho medo do que você é!
O prazer depende de nós.
Puxe meus cabelos e arranque meus ensejos
Junte agora um pote de desejos.


Nada a declarar. ♡

@algumthiago por Mirakee

Inconstância progressiva

Curvas contorcidas
Parecem as curvas lá de casa
Hoje no meu cemitério de memórias
Onde carrego simples histórias

O prazer crescente
A dor incessante
Trás de volta a cada dia
Aquele abraço do calor amante

Nada se compara aos santos dias
De minhas terras e vias
Nada sobrou. Arrancou-me tudo sem ver.
Casa, Avó, Amor e nossa vontade de Ser.

Fiquei Mudo!
Fiquei sem.
Fiquei só? Fiquei?
Só eu?


@algumthiago